Novembro Azul: Conscientização

Novembro Azul: Conscientização

Chega ao fim o Novembro Azul. O mês trouxe mais uma campanha para alertar a população sobre o câncer: o Novembro Azul , voltado para o público masculino. Um dos principais objetivos é acabar com o preconceito que os envolve.

Na Maminfo a equipe prestigiou e colaborou para que a informação fosse divulgada.

‪#‎NovembroAzul‬ ‪#‎ToquePelaVida‬ ‪#‎Prevencao‬
‪#‎Maminfo‬ ‪#‎SolucoesEmRedes‬ ‪#‎ComunicacoesUnificadas‬
‪#‎Maminfo15Anos‬ ‪#‎VoceFazParteDestaHistoria‬ ‪#‎FamiliaMaminfo‬
‪#‎VemProFuturo‬ ‪#‎MaminfoCiscoPartner‬ ‪#‎PremierPartner‬

Novembro Azul: Números

17750642

 

Novembro Azul: Porque os homens tem mania de evitar?

Novembro Azul: Porque os homens tem mania de evitar? Arquétipos de heróis, eles não admitem ficar doentes…

Mulheres que nunca penaram para convencer seus pais ou maridos a comparecer a uma consulta médica, que atirem a primeira pedra. A maioria dos homens foge do médico como o diabo da cruz. Não é à toa que, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), as mulheres vivem, em média, sete anos a mais do que os homens.

Além disso, uma pesquisa do Ministério da Saúde mostra que, do total de pessoas entre 20 e 59 anos que morrem no país, 68% são homens. “Quando se fala em doença, o sexo frágil não é a mulher e sim, o homem. Por isso ele evita de saber que está doente”, comenta Oren Smaletz, oncologista clínico do Hospital Israelita Albert Einstein.

Segundo Carlos Eduardo Corradi Fonseca, presidente da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), esse índice tem motivos culturais. “As mulheres são levadas desde a adolescência pela mãe ao ginecologista. Aos 15 anos elas já sabem que precisam fazer exames preventivos. Já os rapazes, depois das consultas no pediatra, só vão ao médico quando ficam doentes”.

Para se ter ideia, um levantamento realizado pelo Lavoisier Medicina Diagnóstica provou que as mulheres disparam na frente dos homens quando o assunto é a realização de exames preventivos. Em 2013, o laboratório constatou que o número de procedimentos realizados por elas superou em 34% o volume dos homens.

O estereótipo de que os homens são os provedores da família e não podem demonstrar fragilidade também é um impeditivo para as idas ao médico. “Sentem-se como super-heróis e não admitem a doença. Daí dão a desculpa de que não têm tempo, acham que nunca vão adoecer e por isso não se cuidam”, comenta Corradi.

Tabu pode levar a diagnóstico tardio

O câncer de próstata é o mais prevalente em homens no mundo, segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA). Por ano, segundo o Instituto, 70 mil novos casos surgem no Brasil. Os médicos afirmam que a detecção precoce dele através do toque retal e do exame de sangue PSA (antígeno prostático específico) aumenta em 90% as chances de cura.

Por isso, o exame de toque retal não pode ser um tabu. “Os homens estão ficando mais conscientes e nós devemos isso às esposas que forçam seus maridos a irem ao médico”, diz Valdemar Ortiz, urologista.

Segundo uma pesquisa do Centro de Referência em Saúde do Homem, 70% dos homens vão às consultas médicas acompanhados das mulheres ou dos filhos. O resultado mostra que mais de 50% dos homens já chegam aos consultórios com doenças em estágio avançado, quando há necessidade de intervenções cirúrgicas.

“É um problema de saúde masculina que precisa ser levado a sério. A recomendação para quem tem histórico familiar e raça negra é que faça a primeira consulta ao urologista aos 40 anos. Quem não se encaixa nesse perfil deve começar a fazer o exame de toque retal e PSA aos 45 anos”, aconselha Gustavo Franco Carvalhal, urologista.

Novembro Azul: Repercussão na Maminfo

Com o fim do Outubro Rosa, o novo mês traz mais uma campanha para alertar a população sobre o câncer: o Novembro Azul , voltado para o público masculino. Um dos principais objetivos é acabar com o preconceito que os envolve.

Saiba mais sobre o Novembro Azul: Novembro Azul: Mês de Conscientização do Câncer de Próstata

Novembro Azul: Repercussão na Maminfo

Novamente a equipe Maminfo abraça a campanha, e todos focados em levar maior informação a familiares, amigos entre outros.

Novembro Azul: O maior desafio é romper a resistência

O maior desafio é romper a resistência dos homens em fazer o exame preventivo, que ainda hoje é um tabu.

Para se ter uma ideia, de acordo com estudo realizado neste ano pela Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), 51% dos homens nunca chegaram a consultar um urologista. Por outro lado, a estimativa é de que surjam 7,8 novos casos de câncer de próstata a cada hora.

Novembro Azul: O maior desafio é romper a resistência

Portanto fique atento as informações abaixo:

O que é câncer de próstata?

Existem inúmeros tipos de cânceres, mas todos começam devido à multiplicação fora de controle das células. A próstata é uma glândula que produz um fluido que nutre e protege o espermatozoide. O câncer de próstata é um tumor maligno originário das células glandulares do tecido prostático. Como todos os tumores originários de glândulas, ele também é classificado como adenocarcinoma. Alguns tumores de próstata crescem e se espalham rapidamente, mas a maioria tem um crescimento lento.

Quais os principais sintomas dessa doença?

Dificuldade de urinar (fluxo lento ou fraco, gerando um esvaziamento incompleto da bexiga. Com isso, ocorre um aumento da frequência urinária, que incomoda particularmente durante a noite); presença de sangue na urina ou impotência e, em casos avançados, pode haver dores ósseas. Por nenhum desses sintomas serem específicos, quando presentes, devem ser discutidos com um médico. O ideal, no entanto, é que o câncer de próstata seja diagnosticado precocemente, antes do aparecimento de sintomas.

Quais as principais formas de prevenção para esse câncer?

A causa do câncer de próstata não é conhecida, portanto, não temos meios de evitar a ocorrência desse tumor. Muitos fatores de risco, tais como idade, raça e histórico familiar, não podem ser modificados. O que é possível é fazer o diagnóstico precoce, conforme já discutimos. De uma forma geral, todos nós devemos evitar a obesidade e a inatividade física, devemos seguir uma dieta rica em frutas e vegetais e com moderada quantidade de gordura. O tabagismo também deve ser evitado. Esse estilo de vida é saudável e, certamente, previne vários problemas de saúde e é possível (embora não confirmado) que previna, também, o câncer de próstata.

Quais as opções de tratamentos existentes para essa doença?

O câncer de próstata pode ser inicialmente apenas observado. Alguns casos podem ser tratados por cirurgia, outros por radioterapia ou ainda por hormonioterapia. Por vezes é necessário integrar dois ou três desses métodos. Só após uma análise do caso, individualmente, o médico especialista poderá fazer uma recomendação de tratamento.

Quais os fatores de risco para desenvolver câncer de próstata?

O câncer de próstata é raro antes dos 40 anos de idade e o risco sobe rapidamente após os 50 anos. Seis de cada dez pacientes com câncer de próstata têm mais de 65 anos de idade. Os afrodescendentes têm mais risco de desenvolver câncer de próstata do que aqueles de descendência europeia. As pessoas que têm ou tiveram parentes com câncer de próstata têm maior risco para a doença, especialmente se um irmão foi acometido, quanto mais jovem for o parente acometido maior o risco para os familiares. Algumas famílias têm disposição genética para câncer de mama e ovário, os homens dessas famílias também têm uma incidência aumentada de câncer de próstata.

O câncer de próstata tem cura?

Sim, o câncer de próstata pode ser curado. Quanto mais precocemente o tumor for identificado maiores serão as chances de cura. Por isso, a visita ao seu médico para discutir o teste do PSA e realizar o toque retal é importante. Mas, mesmo quando não for curável, o câncer de próstata pode frequentemente ser controlado de uma forma muito eficaz.

Novembro Azul: Mês de Conscientização do Câncer de Próstata

O mês de outubro é sempre especial. Graças ao “Outubro Rosa”, campanha de prevenção e conscientização contra o câncer de mama, milhares de mulheres em todo o Brasil são estimuladas a fazer o autoexame e darem início ao tratamento – quando necessário – para tratar da doença o mais cedo possível. Agora o mês de novembro já chegou e o foco é outro: é tempo do Novembro Azul.

A campanha muda de direção e mira nos homens para falar de um assunto que ainda é tratado como tabu por muitos: a prevenção do câncer de próstata. O dia 17 de novembro é o dia mundial de combate contra a doença.

Novembro Azul: Mês de Conscientização do Câncer de Próstata

O movimento conhecido como Novembro Azul teve início na Austrália, em 2003, por conta do Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata (17 de novembro). A partir daí, muitas entidades abraçaram essa causa para chamar a atenção do homem para a importância da prevenção e da detecção precoce desse tipo de câncer.

Como no Outubro Rosa (dedicado à conscientização do câncer de mama), alguns monumentos também mudam sua iluminação para a cor azul durante o mês de novembro. Além disso, em muitos países, há reuniões entre os homens para falar sobre saúde masculina, incluindo não só o câncer de próstata, mas o câncer de testículo, depressão masculina e outras doenças.

No Brasil, é comum vermos alguns símbolos importantes do país, como o Cristo Redentor, a Igreja da Penha e o Maracanã, iluminados de azul durante o mês. Por isso, assim como durante todo o mês de outubro, a unidade de Botafogo da Oncoclínica também vai mudar de cor em novembro.

Nossa atenção, no mês anterior dedicada aos cuidados com a mulher, estará voltada ao apoio e à conscientização dos homens sobre o câncer de próstata, chamando atenção para um dos tipos de câncer com maior incidência entre eles.

No entanto, o maior desafio é romper a resistência dos homens em fazer o exame preventivo, que ainda hoje é um tabu. O oncologista Dr. Marcos Joppert explica que a detecção precoce é extremamente importante para a cura do câncer de próstata e que ela é feita por meio do exame de toque retal combinado ao exame de sangue PSA. Ele lembra, também, que o exame de toque é útil não só para esse tipo de câncer, mas o de colorretal.

Encerramento Outubro Rosa

A equipe Maminfo encerra o mês do movimento Outubro Rosa engajada e informada. A campanha foi iniciada no dia 1º de Outubro e destaca a importância dos exames preventivos que podem detectar precocemente o câncer de mama.

Encerramento Outubro Rosa

Após ações internas e por meio das nossas redes sociais, encerramos um mês muito importante para todos. Uma pequena contribuição perto de ações imensas que destacam toda a importância do movimento. Assim “encerramos” ações pontuais, mais o tempo de prevenção é continuo…

Mais informações

O Movimento Outubro Rosa
Outubro Rosa – Fatores de risco
Outubro Rosa – Fatores de proteção
Outubro Rosa – Sinais e Sintomas
Outubro Rosa – Maminfo
Outubro Rosa – Como fazer o autoexame da mama
Outubro Rosa – Direitos do Paciente

Obrigado a todos pela participação.

Outubro Rosa – Direitos do Paciente

Os portadores de qualquer tipo de câncer gozam de uma série de benefícios assegurados por lei, como saque integral do FGTS, auxílio-doença e isenção de IPVA, entre outros. Conheça-os.

É fundamental conhecer os direitos do paciente com câncer porque eles podem amenizar algumas dificuldades, principalmente do ponto de vista financeiro, já que diversos cuidados essenciais ao longo do tratamento representam uma elevação dos gastos mensais e, consequentemente, uma redução do orçamento familiar.

Outubro Rosa – Direitos do Paciente

A seguir, uma lista com a descrição dos principais direitos do cidadão com câncer.

AMPARO ASSISTENCIAL AO IDOSO E AO DEFICIENTE (LOAS – LEI ORGÂNICA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL)

Renda Mensal Vitalícia/Amparo Assistencial ao Deficiente/LOAS – Lei Orgânica de Assistência Social (Lei 8.742/93). É o benefício que garante um salário-mínimo mensal ao portador de câncer com deficiência física, incapacitado para o trabalho, ou ao idoso com idade mínima de 67 anos que não exerça atividade remunerada. É preciso comprovar a impossibilidade de garantir seu sustento e que sua família também não tem essa condição, bem como que o deficiente físico não está vinculado a nenhum regime de previdência social. É necessário, ainda, fazer um cálculo para verificar se a pessoa se caracteriza como beneficiário desse amparo assistencial. Quando a renda mensal familiar (de todos os familiares residentes no mesmo endereço), dividida pelo número de familiares, for inferior a um quarto (25%) do salário-mínimo, o benefício pode ser pleiteado.

APOSENTADORIA POR INVALIDEZ

de acordo com a Previdência Social, possui direito ao benefício o segurado que for considerado incapaz de trabalhar e não esteja sujeito à reabilitação para o exercício de atividade que lhe garanta o sustento, independentemente de estar recebendo ou não o auxílio-doença. Além de outros casos, o portador de câncer terá direito ao benefício, independentemente do pagamento de 12 contribuições, desde que tenha a qualidade de segurado, isto é, que seja inscrito no Regime Geral de Previdência Social (INSS). Não tem direito à aposentadoria por invalidez quem, ao se filiar à Previdência Social, já tiver doença ou lesão que geraria o benefício, a não ser quando a incapacidade resultar no agravamento da enfermidade.

AUXÍLIO-DOENÇA

têm direito ao benefício mensal os pacientes inscritos no Regime Geral de Previdência Social (INSS), quando ficam temporariamente incapazes para o trabalho, condição que deve ser comprovada por exames realizados pela perícia médica do INSS. O portador de câncer tem direito ao auxílio-doença, desde que fique impossibilitado de trabalhar para seu sustento. No caso do contribuinte individual (empresário, profissionais liberais, trabalhadores por conta própria, entre outros), a Previdência paga todo o período da doença ou do acidente (desde que o trabalhador tenha requerido o benefício).

FGTS

os pacientes com câncer podem sacar o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço. Na fase sintomática da doença, o trabalhador cadastrado no FGTS que tiver neoplasia maligna (câncer) ou que tenha dependente portador de câncer poderá fazer esse saque. O valor recebido será o saldo de todas as contas pertencentes ao trabalhador, inclusive a conta do atual contrato de trabalho. No caso de motivo de incapacidade relacionado ao câncer, persistindo os sintomas da doença, o saque na conta poderá ser efetuado enquanto houver saldo, sempre que forem apresentados os documentos necessários. O paciente pode aproveite para requerer a liberação do PIS/PASEP juntamente com a liberação do FGTS. São basicamente os mesmos documentos e a solicitação é feita na mesma unidade da Caixa Econômica Federal (CEF).

ISENÇÃO DE IMPOSTO DE RENDA NA APOSENTADORIA

os portadores de câncer (neoplasia maligna) estão isentos do Imposto de Renda relativo aos rendimentos de aposentadoria, reforma e pensão, inclusive as complementações (RIR/1999, art. 39, XXXIII; IN/SRF 15, de 2001, art. 5º, XII). Mesmo os rendimentos de aposentadoria ou pensão recebidos acumuladamente não sofrem tributação, ficando isenta a pessoa acometida de câncer que recebeu os referidos rendimentos (Lei 7.713, de 1988, art. 6º, inciso XIV). A isenção do Imposto de Renda aplica-se nos proventos de aposentadoria ou reforma aos portadores de doenças graves, mesmo quando a doença tenha sido identificada após a aposentadoria.

ISENÇÃO DE IMPOSTOS COMO ICMS, IPI E IPVA NA COMPRA DE VEÍCULOS ADAPTADOS

os pacientes com câncer são isentos destes impostos quando apresentarem deficiência física (nos membros superiores ou inferiores), que o impeça de dirigir veículos comuns. Também podem pedir baixa de isenção para o IPVA.

PIS

podem realizar saque do PIS, na Caixa Econômica Federal (CEF), o trabalhador cadastrado que tiver câncer ou pessoas cujo dependente seja portador da doença. O trabalhador receberá o saldo total de quotas e rendimentos.

QUITAÇÃO DO FINANCIAMENTO DA CASA PRÓPRIA

pacientes com invalidez total e permanente por conta do câncer possuem direito à quitação, desde que estejam inaptos para o trabalho e que a doença tenha sido adquirida após a assinatura do contrato de compra do imóvel. Ao pagar as parcelas do imóvel financiado pelo Sistema Financeiro de Habitação (SFH), o proprietário também paga um seguro que lhe garante a quitação do imóvel em caso de invalidez ou morte. Em caso de invalidez, o seguro quita o valor correspondente ao que o interessado se comprometeu a pagar por meio do financiamento. A instituição financeira que efetuou o financiamento do imóvel deverá encaminhar os documentos necessários à seguradora responsável pelo seguro. Trata-se de um seguro obrigatório pago juntamente com as parcelas de quitação, na aquisição da casa própria por meio de financiamento vinculado ao SFH, objetivando amenizar ou liquidar o saldo devedor do imóvel financiado nos casos de aposentadoria por invalidez ou morte do mutuário. A quitação do imóvel ocorrerá quando da morte do mutuário ou da aposentadoria por invalidez permanente, decorrentes de qualquer diagnóstico (inclusive câncer), sendo que o início da doença deverá ser posterior à assinatura do contrato para o financiamento.

TRANSPORTE COLETIVO GRATUITO

alguns municípios dão direito à passagem livre nos transportes coletivos. Para maiores informações acesse o site do: Inca. Você pode também conhecer mais sobre os direitos do paciente no site do Hospital A C Camargo.

Fonte | Mulher Consciente.

Direitos Sociais da Pessoa com Câncer www.inca.gov.br. Consultado em 06 de outubro de 2014.
Disponível em http://www2.inca.gov.br/wps/wcm/connect/orientacoes/site/home/direitos_sociais_cancer

Outubro Rosa – Como fazer o autoexame da mama

Para fazer o autoexame da mama é necessário seguir três passos principais que incluem fazer observação em frente ao espelho, palpar a mama de pé e repetir a palpação deitada.

O autoexame da mama deve ser feito uma vez por mês, todos os meses, 3 a 5 dias após o aparecimento da menstruação ou em uma data fixa nas mulheres que já não têm menstruação.

Todas as mulheres após os 20 anos, com caso de câncer na família, ou com mais de 40 anos, sem caso de câncer na família, devem realizar o auto exame da mama para prevenir e diagnosticar precocemente o câncer de mama.

Outubro Rosa – Como fazer o autoexame da mama

Veja no site do IBCC ou Tua Saúde. Acesse já: IBCC | AutoExame da Mama e Tua Saúde | AutoExame da Mama.

Outubro Rosa – Maminfo

O mês de outubro é dedicado exclusivamente a prevenção do câncer de mama. Conhecido por “Outubro Rosa”, neste mês todas as mulheres entre 40 a 69 anos de idade são estimuladas a fazer o exame mamográfico.

Se você não está nessa faixa etária, informe suas amigas, familiares e conhecidos para conscientizar essa prática simples e que salva milhares de vidas!

Outubro Rosa | Prevenção e diagnóstico do câncer de mama

Outubro Rosa é uma campanha de conscientização realizada por diversos entes no mês de outubro dirigida à sociedade e às mulheres sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama.

Outubro Rosa – Maminfo

A Maminfo apoia a causa do Outubro Rosa, neste mês de Outubro abraçamos a causa com o enviamos informativos para esclarecer sobre a campanha e conscientizar ainda mais a todos.

A luta requer coragem, apoio, prevenção, auto estima e muita informação com ação!

“Seja a mudança que você quer ver no mundo.”
Mahatma Gandhi

Um pequeno gesto pode fazer toda a diferença.

“Outubro Rosa | Um toque magico pela vida!”

Maminfo-Outubro-Rosa (1) Maminfo-Outubro-Rosa (2) Maminfo-Outubro-Rosa (3)